COMO TUDO COMEÇOU


Vivo para criar e tecer histórias sustentáveis. Depois de 13 anos na profissão de psicóloga, refleti sobre minha carreira e, em 2005, optei fazer o que me dava prazer e desafiava. Minha decisão de mudança foi consolidada pelo engajamento e motivação de minha mãe. Assim recomecei a tendo ao meu lado, quando nasceu a marca Lanana, com objetivo de produzir colares irreverentes a partir de retalhos de tecidos com técnica de bordado. Éramos muito ligadas às artes plásticas, ela ceramista e paisagista, eu apaixonada e curiosa pelas artes. Parceria moldada com criatividade e amor.

A vida teceu nos fios dos anos e o empreendimento foi ganhando força quando terminei, em 2008, a pós-graduação em criação e gestão em moda, unificando minha história pessoal com o trabalho. Este ano veio com um turbilhão de mudanças: o falecimento trágico de minha mãe foi um momento de grande dor. Mas, impulsionada pelo desejo de realização e movida pela abnegação que ela tinha, mesmo com muita tristeza no coração, decidi ir em frente, criando em 2009, a marca Ana Gern Acessórios. A nova marca surgiu com gratidão e reverência: a primeira coleção “Jardim do Amor”, em homenagem à minha mãe Claudia Gern.

Em 2013, formalizei a empresa, com conceito sustentável e autoral, focalizando na valorização da mulher, nas técnicas manuais tradicionais com roupagem contemporânea e na reutilização de resíduos para decorar a casa e a vida das pessoas.

A marca foi reposicionada em 2018, denominada como Ana Gern: design feito à mão, reconhecendo o nosso próprio valor de tecer com as mãos, valorizando a natureza e reconectando a nossa história.

QUEM SOMOS


O trabalho coletivo, coordenado pela designer Ana Gern, ganha forma nas mãos de um grupo de artesãs de Joinville/SC, amparadas por uma pesquisa sobre as técnicas manuais da região e histórias reais do nosso povo.

Dessa soma, nascem coleções atemporais, que alimentam memória, despertam emoção, carregam o tempo e a dedicação da artesã para tecê-las.

Crédito da fotografia: Renata Cechinel.